Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alvor,a terra e a ria

Alvor,a terra e a ria

24
Jul20

A minha terra desce para o mar

Joaquim Morais

 

 

 

 

 

 

As casas erguiam-se dos rodapés cinzentos,

recortadas pelo ocre solar de barras e umbrais.

A luz passeava-se refulgindo carícias

na brancura viva das fachadas térreas.

A rua cheirava a terra.

Os meninos percebiam-na

e tinham com ela uma relação íntima,

uma cumplicidade espontânea.

Havia pregões nas ruas.

Havia flores nos quintais

com alegretes caiados onde cresciam

malmequeres que os amantes desfolhavam.

A minha terra era branca

e descia para o mar.

A minha terra... ainda desce para o mar.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub